Os direitos dos passageiros não podem continuar à espera

4 Fevereiro, 2016

Foco

Um sistema de transportes coletivo eficiente, bem articulado e intermodal, permitiria as deslocações diárias com um custo acessível, em pouco tempo e com um melhor conforto, como acontece em muitas cidades europeias.

Contudo, um conjunto de fatores tem contribuído para a diminuição da qualidade da prestação do serviço público de transporte coletivo com repercussões na mobilidade dos cidadãos que afetam a sua qualidade de vida.

Para garantir uma melhor qualidade destes serviços foi desenvolvida uma proposta de Carta dos Direitos dos Passageiros de Transporte Público Coletivo que importa discutir para um reforço dos direitos dos mesmos e uma melhor resposta às suas necessidades e interesses.

O que pode ser feito para que o transporte público seja uma alternativa com qualidade e eficiência ao transporte privado?

Painel de Oradores

O painel conta com a participação de Cristina Dourado, Administradora delegada da Fertagus, Luís Cabaço Martins, Presidente da ANTROP, Tiago Lopes Farias, Presidente da Transportes de Lisboa, Jorge Delgado, Presidente da STCP S.A., e a moderação de José Monteiro Limão, Diretor da Transportes em revista.

Conheça o programa  e as conclusões do Debate:

Registo

A participação é gratuita mas precisa de registo. Registe-se já, garanta o seu lugar.

Sobre os Ciclos de Debate Consumo

 

Validação

Parceiros

  • Colaboração
  • Media Partner
  • Media Partner